SEJAM TODOS BEM VINDOS

"A alma é uma borboleta... há um instante em que uma voz nos diz que chegou o momento de uma grande metamorfose..." Rubem Alves

segunda-feira, 16 de junho de 2014

POBRES MORTAIS...

Dias e dias a procurar
O que eu nem sei se existe
Ou como é
Parece uma busca vã de mim mesma

Por que somos assim?
Tudo parece ser tão fácil
Parece estar sempre mais perto do que se imagina
E, no entanto tão longe...
De tão simples, se torna impossível
É que no fundo nunca estamos felizes com o que temos
Nada é suficientemente o bastante para nós
Sempre queremos mais
E na busca do mais,
Acabamos abandonando, perdendo o que temos
E nossa vida se torna um círculo vicioso
Um procura – acha – abandona eterno
E depois nos queixamos de que
A felicidade não é para nós
De que não temos o direito de sermos felizes
Pobres mortais...

 DEISE  FORMENTIN        

Um comentário:

Diná Fernandes disse...

Boa noite Deise!Eu também faço parte do Poesias Encantadas, e por essa razão te add ao meu blog. Vim te deixar um oi e conhecer seus trabalhos. Adorei a poesia que ora assinas, para se ler e pensar "Em busca de Mim", gostei demais. Abçs!